Programas

Os programas desenvolvidos pelo FICAS são direcionados a organizações da sociedade civil e abordam temas relacionados à gestão e à prática educativa, como planejamento estratégico, mobilização de recursos, desenvolvimento de projetos, plano educativo, entre outros.

Com duração de pelo menos um ano e acompanhamento da equipe FICAS, as organizações são estimuladas a aliar teoria e prática, além de compartilhar informações, construir conhecimentos coletivamente e atuar de forma articulada com seus públicos.

Os programas são realizados em parceria com empresas, institutos empresariais e fundações, que garantem a gratuidade para os participantes.

Formações sobre cuidado (EaD)

Em um cenário de enfrentamento dos impactos da pandemia de Covid-19, o FICAS idealizou duas formações voltadas a organizações da sociedade civil, coletivos e atores sociais: a “Cuidar de quem cuida” e o “Balaio de cuidados”. O objetivo é fortalecer os participantes por meio de reflexões sobre o cuidado consigo mesmo, com os outros/as, com o trabalho e com o ambiente. O conteúdo inclui módulos de: Autoconhecimento, Relacionamentos e Articulações, Atuação, Práticas de Cuidado e Sustentabilidade, parcerias e alianças. Atualmente, as edições são desenvolvidas de forma virtual para contribuir com o distanciamento social preventivo e possibilitar a participação de mais pessoas.

Edições do programa

Ano: 2021
Parceiro: Fundação FEAC
Edição: “Cuidar de quem cuida” (versão reduzida)
Participantes: duas turmas de 40 e 80 organizações que atuam em Campinas (SP)

Ano: 2020
Parceiro: Abong
Edição: “Balaio de cuidados”
Participantes: 30 participantes que atuam no campo de direitos humanos, de diversas parte do Brasil

Ano: 2020
Parceiros: Fundação Avina, com apoio do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), Missão Paz e Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR Brasil)
Edição: “Cuidar de quem cuida” (versão integral)
Participantes: 30 profissionais que atuam no campo da migração, de diversas parte do Brasil, incluindo representantes da Venezuela, Peru e Itália

Programa FICAS de Formação em Gestão

Com uso de uma metodologia teórico-prática, que possibilita a construção conjunta de conhecimento, os encontros abordam conceitos de sustentabilidade, ferramentas de gestão (planejamento estratégico, gestão e mobilização de recursos, desenvolvimento de projetos, comunicação e avaliação), a importância do resgate do histórico da organização, bem como a revisitação de sua missão e valores, entre outros. Durante a formação, cada organização elabora um plano de gestão, além de participar de simulações de negociações com potenciais parceiros.

Edições do programa

Ano: 2015
Parceiro: sem parceiros financiadores (apenas técnicos)
Participantes: 10 organizações de atendimento direto, que atuam nas áreas de educação, cultura, saúde, assistência social, esporte e meio ambiente, na região metropolitana de São Paulo
Duração: oito meses

Ano: 2014
Parceiro: sem parceiros financiadores (apenas técnicos)
Participantes: 8 organizações da sociedade civil de atendimento direto, que atuam com crianças, adolescentes e/ou jovens, na área de educação, na região metropolitana de São Paulo
Duração: sete meses

Ano: 2013
Parceiro: banco JP Morgan
Participantes: 9 organizações da sociedade civil com projetos e ações voltados a formação de jovens para o mundo do trabalho, atuantes no município de São Paulo
Duração: seis meses

Ano: 2012
Parceiro: banco JP Morgan
Participantes: 10 organizações da sociedade civil da zona sul e oeste de São Paulo (SP)
Duração: seis meses

Ano: 2011
Parceiro: Fundação Tide Setubal
Participantes: 15 organizações da sociedade civil da zona leste de São Paulo (SP)
Duração: seis meses

Ano: 2007/2008
Apoio: Rede Fiandeira
Participantes: oito organizações da sociedade civil da zona leste de São Paulo (SP)
Duração: dois anos

Ano: 2006/2007
Parceiro: CELD
Participantes: 10 organizações da sociedade civil do Rio de Janeiro (RJ)
Duração: dois anos

Ano: 2004/2005
Parceiros: Instituto Rio e Instituto Synergos
Participantes: nove organizações da sociedade civil do Rio de Janeiro (RJ)
Duração: dois anos

Ano: 2003/2004
Parceiro: Instituto C&A
Participantes: cinco organizações da sociedade civil do Rio de Janeiro (RJ)
Duração: dois anos

Ano: 2003/2004
Parceiro: JP Morgan
Parceiro técnico: Central de Projetos
Apoio: Rede Fiandeira
Participantes: nove organizações da sociedade civil de São Paulo (SP)
Duração: dois anos

Ano: 2001/2002
Parceiro: Fundação Odebrecht
Participantes: seis núcleos do Instituto Elo Amigo, integrante do Programa Aliança com o Adolescente pelo Desenvolvimento Sustentável do Nordeste – Polo Ceará, na cidade de Iguatu
Duração: dois anos

Ano: 2001/2002
Parceiro: JP Morgan e ACJ Brasil
Parceiro técnico: Central de Projetos
Apoio: Rede Fiandeira
Participantes: seis organizações da sociedade civil de São Paulo (SP)
Duração: dois anos

Ano: 2000/2001
Parceiro: JP Morgan
Apoio: Fundação Avina
Participantes: seis organizações da sociedade civil de diversos estados, integrantes Rede ANDI de Comunicação pela Infância e Adolescência de Brasília (DF)
Duração: dois anos

Programa de Formação de Coletivos de Migrantes e Refugiados/as

A 1ª edição do programa foi realizada por uma parceria estratégica entre a Fundación Avina, o FICAS e a Missão Paz, no período de abril a novembro de 2018. Participaram desta edição de estreia, em São Paulo, dois grupos de mulheres imigrantes, sendo um deles composto por filipinas e o outro por bolivianas. Com encontros quinzenais de oito horas com cada grupo, esta edição do programa teve como objetivos: fortalecer os vínculos de confiança; aprofundar o autoconhecimento e o conhecimento do grupo; construir coletivamente uma visão de futuro (sonhos e desejos), desenhando as primeiras estratégias para alcançá-los.

 

Edições do programa

Ano: 2018
Parceiros: 
Fundación Avina e Missão Paz
Participantes: 
um coletivo de mulheres filipinas e outro de bolivianas (20 participantes cada)
Duração: 
7 meses

Programa FICAS de Formação Pedagógica

Com o objetivo de fortalecer a prática educativa das organizações da sociedade civil, além de promover a articulação com atores de suas comunidades e momentos de reflexão, é destinado a coordenadores/as pedagógicos e educadores/as. O programa acontece por meio de reuniões semanais ou quinzenais e encontros formativos nas instituições participantes e tem como fio condutor a elaboração de um plano educativo personalizado a partir de técnicas de diagnóstico participativo, levantamento de objetivos pedagógicos e descrição das estratégias para atingir esses objetivos. Também são abordados temas como sistematização, pedagogia da presença, as dimensões do ser humano, pilares da educação, educação integral, educação para valores, articulação e avaliação.

Edições do programa

Ano: 2014/2015
Parceiro: Fundação Tide Setubal
Participantes: 10 organizações da sociedade civil de São Paulo, Embu e Taboão da Serra (SP)
Duração: 10 meses

Ano: 2013
Parceiro: Fundação Tide Setubal
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 9 organizações da sociedade civil de São Paulo
Duração: 8 meses

Ano: 2012
Parceiro: Fundação Tide Setubal
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 10 organizações da sociedade civil da zona leste de São Paulo
Duração: 8 meses

Ano: 2011
Parceiro: Fundação Tide Setubal
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 15 organizações da sociedade civil da zona leste de São Paulo (SP)
Duração: 6 meses

Ano: 2003/2004
Participantes: 6 organizações da sociedade civil da zona leste de São Paulo (SP)
Duração: 1 ano

Programa Motirõ

Com duração de até 15 meses, o prgrama tem como objetivo gerar espaços de reflexão e aprendizagem de forma a fortalecer o papel estratégico das instituições nas mudanças sociais. Os encontros quinzenais e as visitas às organizações trabalham três dimensões consideradas fundamentais para o desenvolvimento institucional: gestão, sociopolítica e técnica. O fortalecimento institucional e a sistematização são trabalhados a partir da abordagem de temas como identidade, articulação, atuação e aprendizagem organizacional. Até o momento, aconteceram edições em Recife (PE), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB).

Edições do programa

Ano: 2015
Parceiro: Instituto C&A
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 14 organizações da sociedade civil da Paraíba
Duração: sete meses

Ano: 2014
Parceiro: Instituto C&A
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 15 organizações da sociedade civil de Fortaleza (CE)
Duração: sete meses

Ano: 2013
Parceiro: Instituto C&A
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 13 organizações da sociedade civil da Grande Recife (PE)
Duração: sete meses

Ano: 2012
Parceiro: Instituto C&A
Parceiro técnico: CASA7 Memórias e Aprendizagens
Participantes: 14 organizações da sociedade civil da Grande Recife (PE)
Duração: sete meses

Projeto Cambará

A formação conduzida pelo FICAS teve como objetivo contribuir para o aprimoramento da gestão de organizações da sociedade civil, a fim de fortalecer seu papel estratégico nas comunidades onde atuam. Realizado entre 2014 e 2018, o Projeto Cambará foi uma parceria com o Instituto Alcoa como parte de seu Programa de Apoio a Projetos Locais, em polos onde a Alcoa está presente. Com turmas de até 25 organizações, a formação foi dividida em cinco módulos com encontros de até dois dias e meio, além de atividades como rodas de conversa e apresentação do trabalho desenvolvido. Foram trabalhados temas como: desenvolvimento de projetos sociais, gestão financeira, avaliação de resultados e mobilização de recursos, entre outros.

Edições do programa

Ano: 2017
Parceiro: 
Instituto Alcoa
Participantes: 
organizações da sociedade civil dos polos de Juruti (PA), Poços de Caldas (MG) e duas turmas em São Luís (MA).
Duração: 
5 módulos

Ano: 2016
Parceiro: Instituto Alcoa
Participantes: organizações da sociedade civil dos polos de Itapissuma (PE), Poços de Caldas (MG), São Luís (MA) e Tubarão (SC)
Duração: 5 módulos

Ano: 2015
Parceiro: Instituto Alcoa
Participantes: organizações da sociedade civil dos polos de Itapissuma (PE), Juriti (PA), Poços de Caldas (MG), São Luís (MA) e Tubarão (SC)
Duração: 6 meses

Ano:
 2014
Parceiro: Instituto Alcoa
Participantes: 140 organizações da sociedade civil dos polos de Itapissuma (PE), Juriti (PA), Poços de Caldas (MG), Santo André (SP), São Paulo (SP), São Luís (MA) e Tubarão (SC)

Compartilhar